Sigam o blog

quarta-feira, 7 de dezembro de 2011

Vida


Vida

Por tanto esperamos
Esperamos que algo aconteça
E sabemos que esse tempo nunca chegará
Porque vivemos em sonhos
E a cada instante alimentamos falsas promessas
Sonhos desfeitos
Porque em nossas mãos encontra-se o cálice
da vida
Que vertemos
Sobre os prados esquecidos da morte
Esvaindo o pouco da ansiosa essência
Que luta em se manifestar nos corpos
Translúcidos de nossa alma
Mas de onde poderemos partir?
Porque a cada bater de nosso coração
A vida escorre
Para longe
Como a fugir desta palpitação constante
Esperando encontrar no solo
Algo que já não encontra neste corpo
Nesta casca vazia
Mas ainda que lute desesperadamente para sair
Nos a prendemos com amarras
Feitas da própria vontade exangue
Mas quem sabe um dia ainda poderemos encontrar
Em longínquos horizontes
Que a cada instante se tornam mais próximos
A resposta para as perguntas

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante para mim, por favor deixe a sua opinião aqui.
Eu peço apenas que não utilizem palavras de baixo calão ou xingamentos, não modero os comentários, porém caso sejam apenas de ofensas serão excluídos, críticas serão sempre bem vindas.
Desde já muito obrigado,
Pallas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Deixe seu comentário pelo Facebook