Sigam o blog

quarta-feira, 14 de dezembro de 2011

A Maravilhosa Semente de Pêra


A Maravilhosa Semente de Pêra
Cheng Sung era um homem pobre. Às vezes, quando estava com muita fome, roubava um pedaço de pão ou uma tigela de arroz.
Um dia, enquanto caminhava pela feira, ele viu umas lindas peras.
“Vou pegar uma dessas peras. O feirante não ficará mais pobre se eu comê-la,” pensou. Ele então furtou uma pêra e se afastou.
Estava calmamente comendo-a quando um guarda o agarrou pelo braço e o levou de volta até a banca de frutas.
“Você não pagou por essa pêra!”, disse o feirante. “Vai pagar agora?”
Cheng Sung não tinha um centavo no bolso.
“Vou levá-lo para a cadeia”, disse o guarda. “Lá você aprenderá a não roubar pessoas honestas.”
Cheng Sung escondeu o resto da pêra dentro da camisa antes que o guarda o levasse para a prisão.
Ele passou semanas numa cela suja. Então, meses se passaram e ninguém se lembrava de levá-lo a julgamento.
“Será que eu vou passar o resto de minha vida na prisão somente por causa de uma pêra?”, ele gritou. Olhando para a semente marrom de pêra que ainda guardava consigo, uma idéia lhe veio à mente.
“Guarda!”, ele gritou. “Guarda!”
“O que você quer?”, o guarda perguntou.
“Leve-me ao imperador!”, disse Cheng Sung.
“O quê!”
“Tenho um presente para ele. Um presente muito raro.”
“Vou levá-lo ao palácio. Mas se você não estiver falando a verdade, o Imperador o enforcará!”, disse o guarda com uma risada.
O Imperador franziu a testa quando viu um ladrão maltrapilho e sujo diante dele.
“Que tipo de presente você tem para mim?” ele perguntou.
Cheng Sung curvou-se e abriu a mão.
“O que é isso?”, perguntou o Imperador. “Parece um simples semente!”
“É uma semente de pêra, Majestade. Mas não uma semente comum, Se vossa majestade plantá-la, ela se tornará uma árvore maravilhosa”, explicou Cheng Sung.
“É mesmo”, perguntou o Imperador incrédulo.
“Ah, sim, Majestade. A árvore dará peras de puro ouro!”. Explicou Cheng Sung.
“Bem”, disse o Imperador. “Por que você mesmo não plantou a semente?”
“Ah, em minhas mãos esta semente apenas produzirá peras comuns. Ela dará frutos de ouro se a pessoa que a plantar tiver sido sempre honesta e jamais tiver roubado nada em sua vida. E é por isso que estou dando essa semente para Vossa majestade. Com certeza Vossa Majestade jamais disse uma mentira e nunca enganou ninguém.”
O Imperador ficou em silêncio.Ele se lembrou de todas as coisas que um imperador tem de fazer.
“Não, não” ele pensou, “a semente de pêra não produzirá frutos de ouro no meu jardim.”. Balançando a cabeça, ele disse: “Eu não preciso de mais ouro. Acho que vou dá-la ao Primeiro Ministro.”
“Muito obrigado, Majestade”, disse o Primeiro-Ministro apavorado. “Veja, há muito, muito tempo, antes de Vossa Majestade me indicar para Primeiro Ministro... Bem, talvez haja uma pequena coisa na minha vida passada...” Obviamente ele estava pensando na corrupção que cercava a sua vida no presente.
“Bem”, disse Cheng Sung. “Que tal o comandante do Exército Real?”
“Quem? Eu?”, gritou o comandante. Ele aceitava suborno, exigia presentes ilegais... “majestade”, disse ele, “receio que eu não tenha tempo para cuidar desta árvore especial”.
“Que tal o Supremo Magistrado?”, sugeriu Cheng Sung.
O Supremo Magistrado rejeitou a idéia. Nem sempre ele decidia os casos de acordo com a justiça.
“Majestade”, disse Cheng Sung finalmente, “permita-me dizer que a consciência de vocês não está limpa. Cada um de vocês admitiu que pelo menos uma vez na vida mentiu, roubou ou enganou. Mas vocês nunca foram para a cadeia por essas coisas. Eu, pobre de mim, morto de fome, roubei uma pêra e estou na cadeia há meses. Vossa Majestade chama disso de justiça?”
O Imperador olhou para o ladrão e consentiu com um gesto de cabeça. “Vá, Cheng Sung. Você é um homem livre.”
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante para mim, por favor deixe a sua opinião aqui.
Eu peço apenas que não utilizem palavras de baixo calão ou xingamentos, não modero os comentários, porém caso sejam apenas de ofensas serão excluídos, críticas serão sempre bem vindas.
Desde já muito obrigado,
Pallas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Deixe seu comentário pelo Facebook