Sigam o blog

quarta-feira, 11 de janeiro de 2012

Sumérios, O Origem do Homem


Anunnaki
Os pais da humanidade
 
No post anterior falamos sobre o planeta Nibiru e sua interferência no sistema solar e na formação da Terra. Agora entramos em um tema ainda mais surpreendente sobre este povo, descrito nas traduções de Zecharia Sitchin, historiador e arqueólogo, o povo Anunnaki, que segundo os sumérios são os responsáveis pela evolução e até mesmo existência do homo sapiens sapiens.
Sitchin, polêmico por suas teorias, as baseia em rigorosas traduções dos textos sumérios, escritas Védicas (Indianas) e textos originais da Bíblia, escritos em hebraico e grego. Segundo suas pesquisas Anunnaki é um povo celeste, na língua suméria Annunaki significa “Aqueles que desceram dos céus”; para hebreus tido como Nefilim, Elohim, no Egito como Neter, são uma espécie vinda dos céus e segundo os sumérios vindos de Nibiru há mais de 432 mil anos atrás, chegando primeiro ao Golfo Pérsico, afirmação assegurada por descobertas arqueológicas e artefatos recolhidos nos últimos duzentos anos são os fundamentos de sua teoria.

Segundo a teoria os Anunnaki estavam atrás de grandes quantidades de ouro, e para isso colonizaram a Terra utilizando os primitivos humanos manipulados geneticamente,  que ainda não eram a espécie atual que se conhece. (Um dado muito intrigante, a redescoberta de ouro monoatômico – substancias monoatômicas são supercondutoras de energia em temperatura ambiente e possuem propriedade anti-gravitacionais – em sítios arqueológicos no oriente Médio. Somente no últimos anos o ouro monoatômico tem sido investigado pela física. Arqueologicamente o ouro monoatômico é conhecido desde 1889, quando sir Flinders Petrie demonstrou que o material era produzido há 3 mil ano atrás.).
Porém 250 mil anos depois o sistema começou a decair, pois os escravos das minas estavam se rebelando e com isso a experiência genética teve de ser refeita.
“Enki, cientista genético e Ninhursag, chefe de medicina, criaram híbridos usando material do homo erectus, de animais e dos próprios Anunnaki. O resultado foi o homo sapiens. Os primeiros homens, sendo híbridos, não se reproduziam. Novos ajustes foram feitos e, assim, a espécie pôde procriar.
 
Quando os sapiens tornaram-se muito numerosos, parte deles era expulsa das cidades Anunnaki e, assim, gradualmente espalharam-se no planeta. Mas as criaturas surpreenderam os criadores: eram belos e se desenvolviam muito bem. Algumas fêmeas começaram a servir de parceiras sexuais para os colonizadores. Essas uniões eram férteis, produziam prole. Era uma situação inaceitável para a maioria dos Anunnaki que decidiram exterminar a população colonizada - a humanidade - provocando uma colossal inundação em época próxima à reentrada de Nibiru nas proximidades da órbita da terra. Esse dilúvio aconteceu há cerca de 12 mil anos atrás.
 
Muitos humanos foram salvos por Enki, que simpatizava com aqueles que ele mesmo havia criado. Por milhares de anos, homens e mulheres foram escravos e soldados. Os Anunnaki usavam seus servos nas guerras que travaram entre si, na construção de palácios e cidades, em instalações astronômicas situadas em todos os continentes. Eles ocuparam não somente a Mesopotâmia, mas também o Egito, a Índia, as Américas. Por isso os sinais de sua presença são encontrados em todo o mundo.”

Agora o mais surpreendente é que esta história pode ser amparada, se levarmos os fatos em consideração, cientificamente. Segundo os registros os laboratórios os onde os Anunnaki criaram o homo sapiens localizava-se na região leste da África Central, próximo das Minas de Ouro. Esta é uma área que coincide com o lugar onde foi encontrado o mais antigo DNA mitocondrial da nossa espécie, pertencente ao fóssil Lucy. Os arqueólogos também encontraram ruínas de minas de ouro de mais de 100 mil anos. Um fator notavelemente intrigante do homo sapiens é que sua evolução de homo erectus, homem das cavernas, foi muito rápido, um fato anômalo na natureza que levou milhares de anos para chegar no nicho dos membros mais antigos da espécie do homo erectus para de repente dar um salto evolutivo, além do fato de que em certos períodos estas espécies conviveram ao mesmo tempo.
E ainda levando os documentos, artefatos, mitos, religiões antigas, todos apontam para seres celestiais que os ensinaram. Então será mesmo que somos descendentes de seres de um outro planeta? Quem sabe as respostas? Nem mesmo a ciência, uma vez que a cada dia ela se curva mais as descobertas arqueológicas e também as suas próprias.
Mas quem sabe realmente se os sumérios estavam certos ou errados? Termino este post com esta pergunta. Estes posts trazem muitas perguntas e muitos não conseguem sequer imaginar tal possibilidade. Mas... As evidencias estão aí.
 
Pesquisado no seguinte site:

P.S. Os próximos posts continuaram abordando temas similares, as misteriosas pirâmides.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante para mim, por favor deixe a sua opinião aqui.
Eu peço apenas que não utilizem palavras de baixo calão ou xingamentos, não modero os comentários, porém caso sejam apenas de ofensas serão excluídos, críticas serão sempre bem vindas.
Desde já muito obrigado,
Pallas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Deixe seu comentário pelo Facebook