Sigam o blog

segunda-feira, 23 de janeiro de 2012

EM Honra À Deusa da Sabedoria


Canto à Pallas Athena
Do meu ser nascem as sementes da verdade
De minhas mãos escoam a sabedoria
De meus cabelos flui a razão
Vestida com o véu da mente,
Envolta nos tecidos do conhecimento
Caminho soberana sobre os campos de guerra
Levando junto a mim os dons da justiça
Onde cada mente em meu caminho é subjugada
Onde das trevas de um viver perdido
Trago a luz de meus olhos
Reflexos do mais profundo de suas almas
Em minha mão esquerda leva a espada, ceifeira da ignorância
Onde o mais bravo guerreiro se ajoelha diante de sua Senhora
Em minha mão direita conduzo a Vitória,
Vitória das almas sobre a escuridão da arrogância
Em meu peito encontra-se a égide da verdade absoluta
Olhe neste espelho
E se não aprender a suportar o peso de quem és teu corpo se transformará em rocha
Deves encontrar neste espelho não a destruição,
Mas sim a salvação
Salvação da perdição causada pela ilusão
Meu ser foi concebido como auxílio
Nunca deixarei de cuidar de vós
Meus filhos
Meus irmãos
Me procurem em seus corações
E encontrarão as respostas
Faço parte de cada ser
E em cada ser podes me encontrar
Estou aguardando
Em seu interior
Por um pedido
E então a glória divina pode tomar conta de nós




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante para mim, por favor deixe a sua opinião aqui.
Eu peço apenas que não utilizem palavras de baixo calão ou xingamentos, não modero os comentários, porém caso sejam apenas de ofensas serão excluídos, críticas serão sempre bem vindas.
Desde já muito obrigado,
Pallas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Deixe seu comentário pelo Facebook