Sigam o blog

sábado, 14 de janeiro de 2012

Ouro, o mais cobiçado dos metais


Ouro, o mais cobiçado dos metais
Um dos metais mais cobiçados e luxuosos, o ouro. Motivo de guerras, massacres, escravidão, devastação e também de auxílio, de beleza, de luxo, pesquisas, sonhos. Presente em nossa imaginação, assim que pensamos em riqueza vêm a mente ouro e mais ouro, toneladas dele. Mas alguma vez você já se perguntou de onde ele vem? Como ele é extraído?

 



Existe muitas técnicas para a extração do ouro. Primeiramente vamos abordar uma das mais simples, o que não quer dizer que seja menos prejudicial. Antes disso vale lembrar que o ouro, um minério formado em milhares de anos,  na própria formação do sistema solar, através da fusão de átomos de hidrogênio e hélio, fundidos em altíssimas temperaturas formando átomos mais complexos dando origem ao ouro. E com isso a quantidade de ouro na Terra é muito pequena. Tendo explicado sua formação seguimos em frente, sendo uma raridade sua extração exige muito da natureza, porque ele é encontrada em pequenas quantidades, é necessárias a separação de toneladas de outros minérios para se conseguir alguns quilos de ouro.

Pepita de Ouro
Por ter se formado a milhares de anos ele se encontra não só em minas, a milhares de quilômetros de profundidade, como também em leitos de rios. No Brasil colonial na extração do ouro aluvião, encontrado nos sedimentos dos rios, eram utilizados escravos, obrigados a trabalhar em busca de pepitas de ouro. Se você imagina que peneirar os sedimentos durante horas seguidas, misturando mercúrio aos sedimentos para que o ouro fique mais denso e permaneça nas bateias, aquelas espécies de peneiras que os mineradores usam, é uma tarefa fácil ou mesmo rápida, está redondamente enganado. É uma tarefa árdua, demorada, fatigante e também oferece muitos riscos à saúde, o mercúrio contamina as águas, os mineradores, os peixes que vivem nas águas e que os moradores dos arredores se alimentam, a água dos rios, que na maioria das vezes também é utilizada na agricultara e os maus a saúde e ao meio ambiente causado por essa extração são lentos e fatais. A natureza morre aos poucos, envenenada por essa busca de minério.
E as atuais mineradoras escavam toneladas e mais toneladas de minérios em busca do ouro, são retirados para poder extrair algumas pequenas toneladas de ouro por ano. Vamos fazer uma pequena estimativa, retira-se 300 toneladas de solo e outros minérios para umas 30 toneladas de ouro.

As grandes corporações, atualmente, exigem uma grande retirada desse minério e, portanto as mineradoras vão cada vez mais fundo, literalemtne. A África do Sul, maior produtora de Ouro no mundo possui minas de mais de 3 mil quilômetros de profundidade, onde os garimpeiros do nível do solo até seu ambiente de trabalho podem demorar cerca de uma hora e meia de descida, passando por três elevadores.


Os Estados Unidos, segundo maior produtor de Ouro do mundo, não fica atrás nessa guerra silenciosa. Em Nevada está situada a região mineradora mais importante dos EUA, e usando técnicas ultra-modernas e eficiente na exploração competem cada vez mais com a África do Sul. Grandes explosões de terra acontecem praticamente todos os dias para a remoção de solo para o processo de separação e refinamento do ouro.
E essa corrida tem pouquíssimas chances de terminar, ou melhor, apenas quando o ouro acabar naturalmente. E então quem sabe o sonho dos alquimistas não se realiza? O De transformar qualquer metal em ouro? Aí talvez, só talvez, degrademos menos o meio ambiente e as pessoas que trabalham em condição tão estressante e em muitos casos subumanas.

Trabalhador de mina de ouro sorri durante turno em Manica, em Moçambique.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante para mim, por favor deixe a sua opinião aqui.
Eu peço apenas que não utilizem palavras de baixo calão ou xingamentos, não modero os comentários, porém caso sejam apenas de ofensas serão excluídos, críticas serão sempre bem vindas.
Desde já muito obrigado,
Pallas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Deixe seu comentário pelo Facebook