Sigam o blog

quarta-feira, 14 de março de 2012

Leis Homofóbicas, onde mora o preconceito?


 
Onde está o homofóbico? No outro, na sociedade ou em você?
 
Hoje venho falar sobre um assunto vasto e também polêmico. Há algum tempo venho retardando escrever sobe o tema, mas navegando pela net hoje encontrei um texto muito bonito sobre um mãe americana, que contou em seu blog sobre seu filho de seis anos que era apaixonado por um personagem da série Glee e gostaria de beijar meninos, o menino tem 6 anos.
Dessa forma eu pesquisei e reuni algumas leis com teor homofóbico. Agora vejamos como em pleno século XXI as pessoas ainda não aprenderam com seus erros? Pior, continuam a propagá-los e até criam leis para incentivá-los. Será que voltamos à idade Média?
Um caso claro da barbárie em que ainda vivemos. Na Escócia, um país supostamente civilizado, cometeu um ato de selvagens. Um gerente do Hotel Royal foi espancado e queimado vivo no dia 24 de outubro de 2011. Agora isto ocorreu em um país civilizado, o que se pode dizer então dos países subdesenvolvidos onde impera a ignorância? Mortes sem fim, espancamentos e por aí vai.
Mas algo bom que li foi à aprovação da Inglaterra a vetar auxílios financeiros a países com leis homofóbicas, como a Nigéria que aprovou a lei para defender o matrimônio tradicional, com pena de até 14 anos a todos aqueles que fizerem ou participarem de um cerimônia homossexual.
Novamente não há como negar a ignorância. Todos têm direito a liberdade de expressão, mas até onde ela vai? Este assunto já foi discutido aqui anteriormente, deem uma olhadinha.
O motivo para esse parágrafo foi onde pesquisei para poder falar a lei citada acima. No post deste site com o endereço .org.br o autor diz ao final da postagem “Vã espera! Para os ativistas dos “direitos humanos”, o policial é o bandido, o pai que corrige o filho é o agressor, e o que defende a moral é o discriminador.
Assim, na lógica deles, se a população da Nigéria rejeita o homossexualismo, deve ser enquadrada na categoria “sub-humanos”, para os quais nenhum direito vale.”  Agora imaginem, se esse é um site com a terminação de org., de uma organização, o término da postagem é assim imaginem o que pensam as pessoas que o lêem? Aqui está um exemplo disso: 
Gilmara, se a Nigéria fosse motivada por valores cristãos, aí sim seria de parabenizar, mas por radicalismo mulçumano é uma pena …
Parabéns Nigéria ! Um país de fato evoluído ! Um país verdadeiramente adiantado, civilizado ! Maria Santíssima os proteja, contra as investidas do inimigo, contra a sanha do maligno !”
“Lacrosse, A Europa está tomando Lucifer como seu tutor. Não é a toa que o cristianismo está sendo banido e a população já tem mais de 38% de doentes mentais. Aprovar leis bizarras e monstrengas totalmente imorais e diabólicas como essa, só está antecipando com rapidez o próprio fim.
Parabéns a Nigéria pelo seu intento a moralidade.”
Realmente, podemos aceitar isso? Não é questão de aceitar, mas sim ter pena. Como as pessoas ainda hoje podem pensar assim?  Imoralidade? Onde está à imoralidade nisso? Em amar? Em casar e construir uma família? Quando o que vemos atualmente são as consideradas “famílias normais” abandonando seus filhos, os espancando, matando. E as famílias consideradas imorais, quando se tem notícia de uma que matou seus membros, de um casal gay que tenha assassinado seus filhos?
E mais, o que tenho visto é que no Brasil e também no resto do mundo, o que move esses preconceitos é a religião.  Eu tenho o direito de discriminar, matar, segregar pessoas, filhos de deus, como todos nós, apenas por serem homossexuais? Onde está a sua fé nisso?
Se você realmente tem fé, porque precisa questionar os outros, se você realmente acredita que essas pessoas vão para o inferno o que você tem com isso? Faz parte da sua ossada? Afinal está escrito nos livros sagrados, em praticamente toda religião, os deuses, o deus, deu livre arbítrio aos humanos, e então quem é outro humano para tirá-la? 
É realmente lamentável ver o quanto as pessoas estão regredindo, ao invés de evoluírem em seus credos. Seja qual for a sua religião você deve respeitar as outras. Afinal sinceramente seja qual for à religião que você seja saiba que ela também já cometeu coisas brutais e você prefere esconder, fechar os olhos. Seja na Igreja com as milhares de mortes em suas mãos com a Inquisição, seja no islamismo com sua história sangrenta, até mesmo nós pagão matamos, torturamos muitos pela história, não há o que negar. Mas aí está, até onde vai toda essa agressão?
Nós, supostamente já passamos da Idade das Trevas, ela “está” em nosso passado. Contudo tenho minhas dúvidas quanto a isso. No entanto voltando ao tema das leis temos mais uma. A “Câmara de São José dos Campos (SP) proíbe materiais que possam 'induzir' crianças à homossexualidade”. Agora o que pode ser considerado esses materiais que induzam as crianças? 
“ Não discrimino a opção sexual das pessoas, pois tenho amigos gays e eles entendem muito bem a minha visão. O “kit gay” do MEC, por exemplo, não é educativo e induz à prática homossexual. O material mostra claramente dois meninos se beijando. Os “bancos das nossas escolas” devem ser preservados. Nossas crianças têm o direito de receber uma boa educação”, disse o vereador ao UOL Notícias.
 Novamente vemos uma pressão muito grande da religião em nosso país. Afinal, somos ou não um país laico? Como em um país que se diz “laico” há nos ministérios tantos padres e pastores como ministros? Qual a função da religião? Cuidar da fé ou da constituição de um país? A vida de uma pessoa não é a fé dela. Ou será que uma prostituta não tem fé em Deus porque é prostituta? Ela vai pro inferno? Quem diz isso? Um livro? Quem escreveu? Os homens não?
Agora o chamado kit “ Escola sem Homofobia” é um assunto polêmico e controverso:
“O kit “Escola Sem Homofobia”, também chamado de “kit gay” ou “kit anti-homofobia”, foi suspenso pelo governo após pressão de grupos religiosos na Câmara dos Deputados. As frentes evangélicas de católicas haviam prometido convocar o então ministro Antonio Palocci a explicar a multiplicação de seu patrimônio, como forma de pressionar o governo. Além disso, diziam que poderia ser aberta uma CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) contra o MEC.”
Afinal quem na história está sem moral? Então devemos ser governados pelas mãos da Igreja? Assim como foi ao longo da história e que nos trouxe onde estamos e acumulou um império sem igual na Terra? O de escravos religiosos e paus mandados?
 
Particularmente, também não sou a favor desse kit, afinal um kit? Isso resolve a situação? Como vemos acaba por piorar. Apesar de que o que mais impede a evolução das pessoas não é o kit em si, mas sim as pessoas que lidam com eles. Não podemos fechar os olhos para ver que os maiores discriminadores e vilões são os adultos, sejam os pais, a religião e por aí vai. Até quando estaremos neste mar de escuridão?
Leis como a da Uganda em que os gays seriam condenados a pena de morte, foi impedida de ser realmente aplicada dali por diante, apesar de muitos já terem sido mortos, graças ao mundo que se uniu e com mais de 1,6 milhões de assinaturas on-line ela caiu por terra. Nisto podemos ver que ainda podemos lutar contra a ignorância reinante.
Este foi um pequeno resumo desse panorama tão vasto e divergente. Como dói perceber o quão nossa sociedade está atrasada e limitada, por nós mesmos, pois somos nós que fazemos a sociedade. Mas espero deixar uma mensagem a todos vocês, pensem bem sobre o que vocês são não importa o que a sua religião diga, o que seus pais digam, seus amigos, TV, ou o que mais houver, o mais importante é ser quem você é. Você tem livre arbítrio, dado pelos deuses, use-o, e não deixe que pessoas obcecadas por algo que nem mesmo compreendem, pessoas com medo de si mesmas, digam quem você é, ou quem você deve ser. ESCOLHA, você pode fazer isso.
Um grande abraço a todos e obrigado por me ouvirem, sou só uma voz no meio da multidão, mas se outros me ouvirem, também propagarem a mensagem, essa única voz pode ter um grande eco e fazer toda a diferença.
 
De seu amigo
Pallas

Abaixo segue-se a lista de blogs e sites em que pesquisei, para maiores informações sugiro um olhadinha neles: 


5 comentários:

  1. Olá realmente você abordou um assunto MUITO polêmico ... tenho uma amiga de infância que há uns 9 anos assumiu que era gay.
    Não vou mentir, foi um choque, mas, a partir daquele momento, comecei a rever meus conceitos e hoje aceito e respeito, porém tenho filhos e espero sinceramente saber lidar caso um deles venha a ser gay.
    Leleka
    http://frotaguedes.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Leleka, obrigado por compartilhar sua opinião e também sua experiência. Realmente é um tema polêmico, mas se não o abordarmos ele nunca deixará de ser e nossa sociedade vai permanecer sempre em um estado semi-acordada para si mesma.
      Com muito prazer vou visitar seu blog, muito obrigado por sua visita.

      Excluir
  2. Sinceramente, acredito que homofobia não existe. Todo mundo tem o direito de ser o que quiser, sem ter que enfiar sua escolha "goela abaixo" dos outros.

    Só não pode querer mostrar para todo mundo que quer ser diferente da maioria e esperar palmas por isso.

    O que mata é a afetação, o esculhambamento. E isso não é homofobia, é direito de escolha.

    Se você pode escolher seu parceiro, respeite o meu de não querer ver isso em público!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cada pessoa como foi abordado aqui neste blog tem o direito de liberdade de expressão, porém temos que ter cuidado com ela. No texto acima eu expliquei a minha visão, assim como você tem a sua e também por você não dizer nem ao menos seu nome.
      Agora discordo de você quanto a ser uma escolha, e não apenas eu mas também a ciência, basta que você pesquise um pouco mais e verá que não estou errado.
      E quanto a respeitar o seu direito de não querer ver isso em público funciona como uma faca de dois gumes, então os gays também tem o direito de não ver a sua escolha em público, assim como você, assim como você quer ser respeitado também deve respeitar os outros.
      É como diz o ditado, não faça aos outros o que você não quer que faça com você, pense nisso.
      Obrigado por deixar seu comentário e sua opinião, mesmo que eu não possa chamá-lo pelo nome.

      Excluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir

Seu comentário é muito importante para mim, por favor deixe a sua opinião aqui.
Eu peço apenas que não utilizem palavras de baixo calão ou xingamentos, não modero os comentários, porém caso sejam apenas de ofensas serão excluídos, críticas serão sempre bem vindas.
Desde já muito obrigado,
Pallas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Deixe seu comentário pelo Facebook