Sigam o blog

sábado, 27 de agosto de 2011

Caravela Espectral

Caravela Espectral

As vagas do mar
No ondular prateado
Circundado pelas trevas
Trazem o desespero
Mas também o acalento
Porque esta sensação tão estranha ao observar a imensidão do oceano?
O azul profundo mesclado ao negror das profundezas insondáveis
O abismo das almas vislumbrados no soçobrar do caravela
Do desespero...
Da ansiedade...
Do medo...
E nesta caravela
Guiada pelos sombrios espectros
Que nos habitam
Velejamos por águas desconhecidas
Mas para onde?
Por que velejamos?
Não seria mais fácil deixar o oceano nos tragar?
Nos levar ao seu âmago
A sua força geradora e destrutiva?
No mastro o rosto vazio da morte
Nos observa...
Naquela face medonha
E ao mesmo tempo bela
Como é possível?
Provavelmente aos imortais lhes é concedido esse direito
O Direito de serem amados
Assim como serem temidos

Desta face o sorriso final emana
Porém não parece que chegou minha hora
È apenas um escárnio com a minha situação
Deprimente
Em meio à tempestade que se agita no Leste
A agitação na caravela aumenta
Os espectros transformam-se em meros vultos na chuva gélida
O céu negro com a fúria dos Deuses castiga os mortais
Por sua insolência
Não é toque macio da água que sinto
Mas sim o açoite do vento
E as adagas feitas das gotas da chuva
O horizonte encobre-se com uma onda colossal
Talvez enviada como uma benção a este coração perdido
O rosto da morte se transforma
Assume belas feições
Asas negras abrem-se
Ela alça um vôo em minha direção
Trás consigo um véu
Será o véu da Morte?
Ou o véu da Vida que toma?
A onda abraça a caravela espectral
Mas antes de sentir o toque gélido da água
Sinto outro toque
A morte me cobre com o véu
E sinto o fim da escuridão
Ela embala meu sono
Em direção a eternidade...



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante para mim, por favor deixe a sua opinião aqui.
Eu peço apenas que não utilizem palavras de baixo calão ou xingamentos, não modero os comentários, porém caso sejam apenas de ofensas serão excluídos, críticas serão sempre bem vindas.
Desde já muito obrigado,
Pallas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Deixe seu comentário pelo Facebook