Sigam o blog

sábado, 7 de maio de 2011

O Despertar


Das antigas brumas de meu coração surge um belo amanhecer
                                       Surge o amanhecer da alma
                           O amanhecer de um antigo coração
                                              Um coração que pulsa e arde
      Um coração que ansiava desesperadamente pelo presente que lhe deste
                Pelo eterno reencontro de esquecidas eras
                                 Eras das quais venho, vagamente, a lembrar 
                                                       Lembrar...
                  Sempre que vejo o reflexo da vida em seus olhos encontro a razão de um
                                       Um novo ser
                         Um ser forjado nas esquecidas forjas de Hefestos
                                        Nas antigas mãos da Deusa e Senhora
                                Agradeço a ti, Grande Deusa, Grande Mãe,
                       Pelos véus rasgados
                                    que turvavam meus olhos
                                       Pelo novo despertar

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante para mim, por favor deixe a sua opinião aqui.
Eu peço apenas que não utilizem palavras de baixo calão ou xingamentos, não modero os comentários, porém caso sejam apenas de ofensas serão excluídos, críticas serão sempre bem vindas.
Desde já muito obrigado,
Pallas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Deixe seu comentário pelo Facebook